Gestão e Inovação: veja como elas podem transformar o seu negócio

É muito disseminado o conceito de que a inovação é uma ideia que se tem de forma espontânea e que sempre vai surgir de forma natural.

Contudo, já se é compreendido que a inovação pode ser sim algo gerenciado especialmente nas empresas.

Na verdade, isso recebe cada vez mais atenção dos gestores de empresas, que começam a enxergar a inovação como uma das principais alavancas para atingir resultados nunca alcançados, buscando gerir melhor esse aspecto.

Como a gestão e a inovação impactam no negócio?

Pode-se entender que a gestão da inovação bem feita se torna uma vantagem competitiva, pois coloca a empresa num outro patamar de resolução de problemas e desenvolvimento de novas ideias, produtos ou processos.

Logo, desenvolver a gestão e inovação dentro do seu negócio é algo indispensável diante de um mercado tão competitivo e pede por cada vez mais novas soluções.

Inclusive, algo muito apreciado hoje no mercado, por investidores, parceiros, clientes e funcionários é o quanto o negócio gera inovação.

Atualmente, não basta só esperar que boas ideias surjam espontaneamente. É preciso criar uma gestão que faça isso acontecer baseada em métodos, cultura e resultados

Portanto, incluir a inovação no planejamento empresarial e no dia a dia se torna uma necessidade para qualquer negócio que queira prosperar. 

YK2JxeZ7e8oMThMO9nJie59ckU5Ql8XqH39Bf2d7ISpXxWTRfybF02FHNiE5we8xwF10VHm7f66IMakr8_lJAXWnEfh6ICLxDY467X99CAGCa3flliSFvA0GOi-H7IylpIoGbyi5IovRu3GcAw %categoria Gestão e Inovação: veja como elas podem transformar o seu negócio

Como estimular e gerir a inovação na empresa?

Existem diversas maneiras de se gerenciar a Inovação dentro de uma organização,  existem muitas ferramentas, metodologias e até processos que podem ajudar a criar uma máquina de inovação nas empresas.

 Além disso, é preciso também estimular os times a terem vontade e se sentirem desafiados a inovar. Somente a criação de estruturas que favoreçam isso já ajuda a desenvolver esse ponto, mas também é preciso que haja um trabalho cultural em cima nesse aspecto.

Tenha objetivos claros 

Como a inovação surge quando se enxerga um problema, uma necessidade ou oportunidade e a partir daí cria-se uma solução não trivial para isso, é indispensável que os seus colaboradores consigam enxergar esses pontos de partida. 

Assim, o primeiro passo é ter objetivos muito bem definidos e disseminados por toda a organização. Isso irá fazer com que o seu time entenda onde se quer chegar e então consiga mapear quais impedimentos estão dificultando o atingimento dessa meta.

Não só isso, ter clareza, enquanto organização, do que é importante ou não para as diretrizes da empresa também ajuda o time a entender o que é um problema ou uma oportunidade. É importante que os colaboradores consigam fazer essa identificação.

Com essas vertentes bem definidas os funcionários da empresa conseguirão achar pontos no funcionamento do negócio que possa demandar de uma inovação e, a partir daí, poderão desenvolver algo inovador para solucionar isso.

Cuide de gestão do conhecimento

A gestão da inovação e a gestão do conhecimento andam lado a lado, uma não pode existir e ter bons resultados sem a outra.

Dentro desse contexto, é extremamente necessário que se tenha uma preocupação com a gestão do conhecimento organizacional e individual dos colaboradores da empresa, pois essas duas também devem coexistir.

Ter métodos de desenvolvimento, externalização, colaboração e internalização desse conhecimento é um caminho a ser seguido. Assim é possível criar programas, processos e ferramentas que auxiliam nessa gestão.

Em resumo, é preciso que o time entenda que para atingir metas, evolução pessoal e inovação é preciso desenvolver o conhecimento. Não só isso, o time também precisa entender que existem estruturas na empresa que possibilitam isso.

Use métodos e ferramentas que facilitem a inovação

A partir do momento em que se entende a necessidade de inovar e que a estrutura da empresa permite isso,  é hora de fornecer à organização métodos e ferramentas que facilitem esse processo.

Assim, pesquisar, selecionar e definir as ferramentas mais interessantes para as empresa pode ser determinante no atendimento de bons resultados com inovações.

Algumas das metodologias e das ferramentas que são mais usadas no processo de inovação são:

  • Design thinking;
  • Design sprint;
  • Brainstorming;
  • Mapa de empatia;
  • Análise SWOT.

Crie programas de inovação

Uma prática amplamente utilizada por muitas empresas, especialmente por aquelas que buscam fortemente se manter atualizadas e competitivas no mercado,  é a promoção de programas de inovação.

Tais programas podem ser tanto internos, quando o desenvolvimento da inovação vem totalmente dos funcionários, ou abertos, quando se dá oportunidade para a sociedade contribuir na inovação.

Banner-e-Emails-11 %categoria Gestão e Inovação: veja como elas podem transformar o seu negócio

Esse último traz uma vantagem muito interessante, pois permite com que no processo inovador se tenha conhecimentos e visões externas à empresa, o que pode ser muito positivo.

De qualquer forma, o interessante é criar um sistema que estimule as pessoas a pensarem em problemas reais e a partir dos conhecimentos que se tem crie uma solução inovadora para aquilo.

Esse sistema pode ser algo permanente e contínuo dentro da sua empresa ou eventos individuais e periódicos.

Nesse contexto, um evento que vêm ganhando espaço no mercado é o hackathon. Uma competição intensa e estimulante para os participantes que tem como objetivo final criar várias soluções diferentes, normalmente tecnológicas, feitas por grupos diferentes.

De maneira literal, é uma maratona de desenvolvimento que faz com que, num curto espaço de tempo, seja desenvolvida muita coisa Além disso, normalmente, ao final do evento os melhores  grupos são premiados.

PstVfshc5ZD8oZncINfEbJhq0lH_LsD4UMNXFU0wVpquMuNwmUpp0za6jlXGWu85EuXiNGp2VqE6dfKS70wotpya97QxzYujh9VCbCqvG4C0hMp5Py7w1BO8dsE8ZJptXkQfo6Gs2MhTxKmkjQ %categoria Gestão e Inovação: veja como elas podem transformar o seu negócio

Incentive os colaboradores

Outro aspecto indispensável na gestão da inovação é o incentivo que se dá aos funcionários para se sentirem à vontade com esse desafio de inovar.

Esse incentivo não se dá somente com discursos ou a criação de programas, os funcionários precisam saber que aquilo é realmente valorizado na empresa.

Uma medida tomada por muitos gestores é a premiação e o reconhecimento das inovações na organização, seja pelas tentativas ou pelas que foram selecionadas como as de maior sucesso.

Um reconhecimento em público ou um bônus no final do mês pode ser uma chave essencial para estimular a atenção do time para isso.

Contudo, é importante ressaltar que essa alavanca não pode ser o único motivo para que a organização queira criar inovações, mas sim só mais uma forma de ajudar a estimular essa cultura.

Estimule uma cultura de testar, errar e aprender

Ainda sobre cultura, algo  inevitável no processo de inovação são os erros. Na verdade, grande parte das ideias novas não vão ter resultados 100% positivos, pelo menos não de primeira. Essa realidade pode frustrar muitas pessoas que se desafiam a inovar.

Assim é vital que  os colaboradores ou times que buscam a inovação e não tenham um resultado totalmente positivo com aquilo não sejam punidos, muito pelo contrário.

A gestão da empresa precisa fazer com que todos ali entendam que testar, errar e aprender com isso é sim um processo muito positivo e valorizado, pois a empresa e os funcionários evoluem com isso.

É possível criar uma rotina para que ao final de cada teste de inovação sejam listadas lições aprendidas sobre aquele projeto e assim se fortaleça a gestão do conhecimento na empresa acerca dessas iniciativas, facilitando as próximas tentativas de inovar.

Tenha uma estrutura organizacional que favoreça a inovação

Uma alternativa que  potencializa muito a Inovação é a reestruturação organizacional em prol disso. 

Nesse aspecto, a criação de uma área, cargos ou funções que lidem diretamente com a inovação é um caminho muito interessante de se adotar e que vale a pena ser avaliado, especialmente por empresas maiores.

Como exemplo, um departamento de projetos é um mecanismo muito poderoso nas organizações, pois garante que as ideias não vão ser somente ideias mas sim que sejam avaliadas, filtradas e selecionadas para serem desenvolvidas

Nesse contexto, essa pode ser uma alternativa muito interessante quando já se tem uma estrutura que permita e necessite disso pois será uma mudança significativa na gestão da inovação.

Contrate empresas ou faça parcerias que potencializem a inovação

Como já citado, permitir com que pessoas externas à organização participem do processo de inovação pode ter grandes benefícios.

Diante desse cenário, uma das formas mais inteligentes de se fazer isso é criando  parcerias ou contratando empresas, em especial para terceirização de serviços, que possam de alguma forma contribuir no processo.

Ao contratar uma empresa especialista em algum ramo, é possível criar uma  interface com ela que se torne um ambiente colaborativo de troca de ideias e de informações e que irá ajudar, sem nenhuma dúvida, no desenvolvimento dos novos projetos.

Essa ação fará com que a sua organização amplie seu repertório de conhecimento pois terá ao seu lado um outro time com conhecimentos diferentes que podem se somar com os já existentes dentro do negócio.

Conclusão

Diante do abordado, é possível entender a importância da gestão e inovação nas empresas atualmente. Não só isso, existem muitos meios que levam a organização a subir de patamar no quesito inovação.

A G Trigueiro pode potenciar a inovação dentro do seu negócio. Quer saber como? Entre em contato conosco.

Se Interessou?

Entre em contato agora com um dos nossos especialistas!